14 lembretes para as provas

Desde os tempos mais antigos, certos números são considerados mágicos ou até mesmo sagrados: o número 1, o 2, o 3, o 5, o 7, o 10, o 12. Embora muitas pessoas não acreditem hoje mais nisso, o fato é que mesmo elas acabam, sem querer, empregando no dia a dia tais números como mágicos. Exemplos não faltam em frases trivialmente usadas por todos nós: Vou lhe dizer três coisas meu amigo! Há um só modo de fazer a coisa certa! Se não melhorar em cinco  anos, não melhorará nunca! Sete é conta de mentiroso! Tenho uma dúzia de razões para não viajar nesse avião! Jamais moraria no 13°.  andar, etc., etc.

Os sites e revistas dedicados a vestibulares e concursos frequentemente usam os números 5 e 10 para sintetizar os pontos principais de um assunto ou dividir uma matéria em partes ou capítulos. Aparentemente, é por razões objetivas; lá no fundo, porém, sempre existe um pouquinho de simbolismo envolvido.

Para não ser repetitivo e por não acreditar mesmo em números mágicos ou em magias dos números, mas no poder real da aplicação e da determinação do homem que busca atingir suas metas, o Blogueiro alinha hoje 14 conselhos para os candidatos que prestarão vestibulares. Evidentemente, se você consultar algum dicionário de símbolos ou tratados de simbologia, provavelmente encontrará algum significado mágico ou religioso até para o 14, mas, pelo menos, ao utilizá-lo, o Blogueiro acredita quebrar um pouco esses resíduos supersticiosos a respeito de números. Afinal, seu sucesso ou fracasso não está nos números que adota, mas nas atitudes que toma e no esforço que despende para realizar seus objetivos.  Eis, portanto, os lembretes:

 

1 – Evite o pessimismo. Ser pessimista é acrescentar mais um problema aos já existentes.

2 – Seja permanentemente otimista. O otimismo é uma atitude positiva e criadora.

3 – Não se exceda em estudos às vésperas da prova.

4 – Alimente-se bem nos últimos dias e no dia da prova.

5 – Cuidado com os documentos: guarde-os em bolsos de que não possam cair.

6 – É melhor chegar duas horas antes que um minuto depois.

7 – Verifique com a maior atenção o local em que fará a prova. Não vá parar no outro lado da cidade!

8 – Não acredite em questões fáceis. Menosprezar o fácil é torná-lo difícil. Leia e releia.

9 – Não tema questões difíceis. Sempre é possível descobrir um caminho para a solução.

10 – Planeje o tempo de desempenho. Nos dias precedentes, faça uma simulação com a prova do último vestibular, anotando tempos de resolução das questões.

11 – Não se assuste com aparências. Os outros são iguais a você.

12 – Tente descobrir a posição mais confortável para sentar-se e fazer a prova. Afinal, são 90 questões!

13 – Os enunciados são tão importantes quanto as alternativas: olho vivo neles!

14 – Se for mal numa prova, não se estresse. Poderá ir muito bem nas outras.

 

São esses nossos 14 conselhos, destituídos de magia e superstição, mas plenos de praticidade e bom senso. Além do mais, magia é coisa de livros de ficção, filmes e desenhos animados. Vestibular é algo muito objetivo, é História, é a “sua” História. Não é superstição, é ação!

Boas provas!

 

 

Deixe um comentário