Vestibulares de Meio de Ano: Virando as oportunidades

Virar a página é uma expressão corriqueira para significar que um evento de nossa vida está encerrado e devemos seguir em frente. Quando um colega começa a insistir muito em lembrar um fato ruim, um erro, um fracasso, dizemos, para levantar-lhe o moral: Vire a página, cara! Quer dizer: olhe para a frente, não para trás; para trás só devemos olhar como base para as experiências futuras, não para ficar lamentando eternamente, ainda mais porque não somos eternos.

Essa ideia de virar a página pode ser aproximada de outra, a de aproveitar a oportunidade. As pessoas mais velhas e experientes costumam nos dizer  Aproveite a oportunidade! Se não aproveitar, pode ser a última!

Há sabedoria nesses conselhos: as oportunidades surgem justamente para que possamos nos desenvolver, crescer, melhorar em nossos estudos e em nossos trabalhos. É preciso, porém, jamais esquecer de um detalhe: a questão não é propriamente aproveitar, mas estar preparado para aproveitar. Este é o ponto. De nada adianta uma oportunidade, se não estamos preparados para ela. De nada adianta para nós a oferta de um emprego, se não estamos preparados para ele, isto é, se não desenvolvemos habilidades para exercê-lo. Tentar aproveitar, neste caso, é um risco muito grande.

Todas as reflexões acima se aplicam ao caso dos exames vestibulares. Terminada a fase dos grandes vestibulares de início de ano, muitos candidatos se mostraram melhor preparados para sua oportunidade e conquistaram suas vagas. Outros, com menor preparo, ainda não conseguiram. Repare neste termo: ainda. É um termo muito positivo, pois implica a aceitação de um tropeço, uma derrota, um fracasso, mas abre positivamente a perspectiva para o fato de que a luta continua. Eu ainda não passei, mas vou passar. Este deve ser o pensamento de todo candidato que ainda não conseguiu ser selecionado. Este deve ser o pensamento de todo trabalhador que ainda não conseguiu a oportunidade do emprego para o qual está preparado.

Para o vestibulando, deste modo, a questão é não desanimar, não esmorecer, é continuar se preparando com intensidade para as novas oportunidades, que já surgem com os vestibulares de meio de ano da Unesp e de outras universidades públicas e privadas. Se você quase passou num dos do início do ano, poderá conseguir a aprovação agora. Continue seu esforço, sua preparação, sua determinação. Seu momento vai chegar. Não custa ter em mente que muitos dos que foram aprovados no início do ano já haviam feito anteriormente vestibulares mas ainda não tinham sido aprovados.

As oportunidades são como páginas: se uma não agradou, escolha outra, vire a oportunidade! A próxima página pode ser a sua.

Um comentário para “Vestibulares de Meio de Ano: Virando as oportunidades”

  1. Olá, excelentes ideias contém esse texto. Muitos de nós, vestibulandos, por diversas vezes caimos no desanimo, por não ter passado em algumas provas importantes ou simulados. Mas, como o pr´´oprio texto acima enfatiza,não podemos peder a oportunidade de “virar a página” e encontrar o mapa das nossa futura vida acadêmica.

Deixe um comentário