Adivinhar o tema da redação?

            Revistas, jornais, sites especializados em vestibulares da internet, todos buscam, todos os anos, fornecer elementos para que os candidatos “adivinhem” ou, pelo menos, façam uma ideia dos temas das redações das diferentes universidades. Para chegar a esse resultado, os jornalistas buscam entrevistar professores especializados das principais universidades do país, com a inevitável pergunta inicial: Qual tema o senhor acha mais provável para os exames vestibulares deste ano?

            Com isso, os professores entrevistados ficam numa situação bastante difícil, pois arriscar palpites quando se trata de vestibulares é tarefa para Nostradamus, não para professores; e é, de resto, tarefa pouco recomendável: se por um terrível acaso o professor acertar, sempre haverá quem diga que o tema vazou e ele já sabia antes; se errar, o que é 99,9% mais provável, vão dizer que não entende nada de vestibulares. Evidentemente, nenhum entrevistado arrisca; apenas comenta, de modo geral, possibilidades, nunca certezas.

            Tal exercício de adivinhação tem lá suas vantagens, mas, no todo, é desnecessário. O melhor que tem a fazer o estudante é, em primeiro lugar, ler o guia do candidato de cada instituição e, depois disso, examinar com atenção os temas das redações dos últimos dez vestibulares das universidades por ele pretendidas. Fazendo isso, perceberá que os exames privilegiam temas do cotidiano, isto é, temas que fazem parte do dia a dia do estudante, tanto em sua vida familiar, quanto em sua vida escolar. Esses temas, aliás, são abordados com regular frequência pela mídia (jornais, revistas, rádios, televisões, internet).

            Nos últimos dez vestibulares da Unesp, foram solicitados os seguintes temas para redação:

 

2006 – O sentimento do ciúme em nossas relações.

2006 (meio de ano) – O Brasil no espaço: prós e contras.

2007 – A busca da beleza do corpo nos dias atuais.

2007 (meio de ano) – A questão do idoso no Brasil.

2008 – É preciso ser famoso?

2008 (meio de ano) – Há exagero na relação entre humanos e animais de estimação?

2009 – O homem: inimigo do planeta?

2009 (meio de ano) – A tecnologia e a invasão da privacidade.

2010 – A felicidade entre o ter e o ser.

2010 (meio de ano) – Os valores morais e sua importância na sociedade.

 

            Uma observação atenta revela que são dez temas para os quais o candidato, até mesmo sem textos de apoio, está perfeitamente preparado, tanto por sua própria experiência, como pelas informações que recebe em casa, na escola e por meio da mídia. Experimentemos, para comprovar, reduzir tais temas a um elemento essencial, na ordem dada: o ciúme, a exploração do espaço, a beleza física, o idoso, a fama, animais de estimação, a destruição do planeta, a invasão da privacidade, a felicidade, a ética. Podemos fazer outra classificação destes dez temas, distribuindo-os em: sentimentos e valores, fatos e problemas sociais, tecnologia e suas consequências, ecologia e sobrevivência.

             A que conclusão podemos chegar com base nos fatos apontados? A Unesp e outras universidades, ao programarem a redação em seus exames vestibulares, partem da constatação de que só se pode escrever um bom texto sobre determinado tema conhecendo-se esse tema. Como é a capacidade de escrever um bom texto que está em julgamento, as universidades costumam selecionar os temas dentro da esfera de experiências, informações e preocupações dos estudantes. As propostas de redações ainda apresentam textos de apoio, para reforçar as informações desse repertório que o estudante já tem. Com esta metodologia, a competência de escrever será avaliada com mais rigor e mais justiça, porque não será considerada melhor a redação que apresentar melhores informações ou opiniões, mas a que se apresentar melhor como texto.

            E agora? É preciso adivinhar o tema da redação? Não, não é preciso. Os temas são previsíveis. É preciso, isto sim, aperfeiçoar o repertório com leituras, conversas, debates, reflexões, e aperfeiçoar a capacidade de escrever com muito treinamento, elaborando redações com base nas propostas de vestibulares anteriores.  

            Quem fará o vestibular da Unesp tem aqui, ainda em agosto, os últimos dez temas propostos. Que tal escrever dez redações como preparação? Mãos à obra! 

2 Responses to “Adivinhar o tema da redação?”

  1. Willian César says:

    Meu sonho é passar na Unesp para medicina. Por isso me dedico muito realizar minha meta. A redação é de grande importancia para todos os vestibulares, mas o que falta a alguns é o entendimento do tema.
    Tenho um pouco de dificuldade na interpretação textual, mas com minha determinação vou estar pronto para passar em Medicna nete ano de 2010.

  2. cristiano says:

    .Bom,neste ano ao realizar pela primeira vez a prova da vunesp,senti que as coisas estão bem mais faceis e o cronograma de matérias agora está realmente dirigido ao que o curso,no caso da apmbb,omde será usado na sua grade curricular.Bom é isso ,apesar de ter parecido fácil,acho que vai ficar pra próxima;com um pouco mais de empenho eu chego lá!

Leave a Reply