Armadilhas ortográficas

É claro que você conhece ortografia, de tanto os professores dos ensinos fundamental e médio insistirem e repetirem, corrigindo sem piedade seus erros. Graças a essa “impiedade” sua ortografia é bastante razoável, a ponto de deixá-lo tranquilo para prestar as provas.

O problema não é, portanto, não saber, de modo geral, escrever com ortografia aceitável. Nosso Sistema Ortográfico, porém, muito amarrado nas antigas grafias, desde o grego e o latim, sem falar nas palavras importadas de línguas estrangeiras, acaba criando numerosas armadilhas, nas quais, sem querer, caímos vez por outra. Algumas pessoas caem sempre, por assumir como corretas grafias geradas por falsas semelhanças.

Neste começo de preparação para os vestibulares deste ano, portanto, é bom começar verificando se você já caiu algumas vezes ou sempre cai nas arapucas do sistema. O Blogueiro tem focalizado bastante esses problemas, por isso que volta e meia repete os alertas para que você não se deixe apanhar em erros crassos.

Preste atenção nas palavras abaixo, todas escritas corretamente, e acione sua memória para não esquecer mais. O Blogueiro apresenta apenas as formas corretas, para evitar qualquer possibilidade de confusão. Entre parênteses, quando necessárias, faz as distinções de sentido:

 

Análise            tigela                                      traz      (verbo trazer)              paralisar

Analisar          berinjela                                 trás      (advérbio)                   paralisado

Atraso             caçar   (perseguir animais)    atrás    (advérbio)                   piche

Atrasar            cassar  (tornar nulo)               vaso                                        pichar

Ideia                cessão  (ato de ceder)             vazar                                      chuchu

Apoio              seção   (parte de um todo)      xícara                                     maxixe

Liso                 sessão  (espaço de tempo)      chácara                                  viagem

Alisar              bege                                        cheque    (documento)            beneficente

Deslize                        exceção                                  xeque      (lance de xadrez)     beneficência

Deslizar          ascensão                                 paralisia                                 maleficência

 

Observe bem estes exemplos, que não são os únicos, e tente maliciar para descobrir as armadilhas que encerram, a fim de ficar bem preparado para não incorrer em outras.

 

Deixe um comentário