E se você não passar?

Em todos os inícios de ano, o Blogueiro pensa não apenas nos candidatos que serão aprovados, como também naqueles que não o serão. Tais reflexões brotam de sua própria experiência, pois, ao longo de sua vida, em concursos que prestou, teve aprovações e também reprovações.

Não é fácil nem confortável, de fato, deixar de ser aprovado em vestibulares e  outros concursos. As reações dos candidatos variam conforme seus temperamentos, suas personalidades. Alguns podem se mostrar aborrecidos: Que droga! Estudei tanto e não deu! Outros até muito zangados: Essas universidades só querem saber de humilhar a gente. Outros ainda falam em mudar de perspectiva: Pra mim chega! Vou buscar outra forma de me tornar profissional! Isso sem falar naqueles que mergulham em profundo abatimento.

Na verdade, nem uma dessas atitudes se justifica. Os candidatos a vestibulares e outros concursos precisam ter consciência de que não ser aprovado é um fato comum, que, aliás, vai se repetir ao longo de suas vidas. No trabalho profissional, por exemplo, nem sempre aquele que aguarda uma promoção esforçando-se ao máximo consegue atingir esse objetivo. Pode até acontecer que outro colega, aparentemente menos qualificado, consiga, por fatores explicáveis ou até inexplicáveis. A vida é uma sequência de escolhas, acertos e erros. E nossas vitórias nem sempre dependem apenas de nós. Acertos e erros, aprovações ou reprovações são fatos comuns que não devem nunca desanimar ninguém. Ao contrário, a cada fracasso deve corresponder uma decisão de, nas próximas vezes, acertar, vencer, atingir a meta pretendida.

Deste modo, se por acaso você não for classificado desta vez, deve olhar para a frente e dizer a si mesmo: Na próxima, conseguirei. É assim que pensam e agem os vencedores. As biografias de homens ilustres, de grandes cientistas, poetas, profissionais famosos estão repletas de menções a tropeços e fracassos, que foram enfrentados com determinação e coragem.

Pense nisso. E nunca se abata com seus insucessos, mas apoie-se na análise deles para superá-los e superar-se. Produza também uma biografia de vencedor.

 

Deixe um comentário