Repertório e vocabulário

Frequentemente a ênfase para que você aprenda a escrever bem é colocada na construção da frase e na associação destas em texto. Isto está certo? Está. Mas é toda a verdade? Não. Muitas vezes se esquece de algo que é tão fundamental quanto a frase: o vocabulário. Sem vocabulário adequado, ninguém escreve bem. Por quê? Porque ao escrever focalizamos um tema cuja natureza é revelada pelo conjunto das noções e conceitos de que se constrói esse tema.

Um exemplo: como escrever sobre o futebol sem dominar o vocabulário específico do futebol, inclusive sobre suas frases feitas e gírias? Outro exemplo: como escrever sobre Ecologia sem dominar o vocabulário e os tecnicismos desse campo, como, por exemplo, a noção de ecossistema e todas as que dela derivam? Muito difícil, não é?

Você mesmo já deve ter notado esse fato ao estudar geometria, química, física, matemática, língua e literatura, geografia, filosofia, história, etc., etc. Para você escrever bem sobre temas relacionados com esses conteúdos, precisa ter um repertório, que basicamente é fornecido pelos conceitos que constroem o tema e pelos vocábulos que expressam esses conceitos. Sem isso, o tema para você não existe, nada significa. Escrever, deste modo, vai ser muito complicado.

Que significa isso, basicamente? Que você, para focalizar um assunto ou participar de uma discussão sobre este, precisa ter repertório. Quer dizer: você precisa saber o que está escrevendo ou o que está falando. Sem repertório, você não saberá nem como começar.

É por isso que muitos candidatos a vestibulares e concursos empacam ao chegar à redação: que tema é esse? como começar a escrever, se eu não sei nem do que estão falando! Exatamente: sem repertório e o vocabulário correspondente que serve para estabelecê-lo, não há como nem começar.

Este alerta serve para todas as disciplinas: além de conhecer os fundamentos e as informações de cada disciplina, você precisa dominar o seu vocabulário, porque, muitas vezes, você decifra o vocábulo com base no contexto de uma frase que faz referência à conteúdo da disciplina. E quando o vocábulo aparece num contexto menos esclarecedor? Bom, aí, como dizem seus colegas, você dança.

Não custa, portanto, ao estudar cada disciplina, cada conteúdo, estabelecer o vocabulário, anotá-lo à parte e de vez em vez fazer uma boa revisão. Aí você não vai dizer, como muitos, se queixando: não consegui entender apenas uma palavra e isso fez com que eu não entendesse bem a pergunta e respondesse errado.

Percebeu? Repertório e vocabulário. Sem isso, sua resposta ou sua redação estão em perigo.

 

 

Deixe um comentário