Arquivo de 26 de janeiro de 2012

Bem-vindos à Unesp

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

A divulgação das listas de aprovados é sempre um momento de grande felicidade para a comunidade da UNESP. Trata-se do ponto de chegada de um planejamento para promover exames que propiciem a todos os candidatos a mesma oportunidade de demonstrarem a competência adquirida ao longo de anos de muito estudo, muito sacrifício, muita determinação.

O significado dos exames vestibulares, todavia, não se esgota no fato de que a universidade pública recebe novos alunos para oferecer-lhes uma formação de qualidade. Os estudantes não são massa passiva. São, realmente, a alma da universidade, uma alma renovada todos os anos com o ingresso de milhares de jovens que vêm buscar a realização de seus ideais e, ao mesmo tempo, fazer a universidade renascer em seus próprios ideais e metas. Isto porque são portadores dos anseios da sociedade, sinalizam os caminhos que devem ser seguidos para atender às expectativas de um país em intenso desenvolvimento econômico e social. Deste modo, a cada nova geração de alunos que ingressam na Unesp, pode-se dizer, sem medo de errar, que esta se torna uma nova universidade.

Se você é um dos convocados, aceite nossas sinceras congratulações e ingresse na UNESP com essa mentalidade, certo de que não vem apenas buscar, mas também contribuir com sua experiência, com as visões que foi desenvolvendo desde a infância até este momento. E acredite que cursar o ensino superior será algo diferente de tudo o que você já experimentou, tanto pelas satisfações em adquirir formação, quanto pelas revelações que aos poucos terá a respeito das responsabilidades que essa formação acarretará para a sua vida e para toda a sociedade. Todos aqueles que se diplomam por universidades públicas situam o curso universitário como o período em que aprenderam a conviver em grupo nas repúblicas, a descobrir as reais carências da sociedade, ao participar de programas para auxílio de comunidades carentes, a descobrir o Brasil real em suas virtudes e seus problemas, a completar, enfim, o desenho do ideal, que buscavam individualmente na universidade, com as cores da coletividade e dos anseios de todos os cidadãos.

Claro que os quatro ou mais anos da sua formação serão também preenchidos com atividades esportivas, artísticas, com muitas formas de lazer, com festas estudantis e alegrias nascidas da própria convivência no câmpus. É neste sentido, em virtude de toda a variação de eventos, que o período de formação na universidade é ímpar, é um verdadeiro paraíso do qual saímos sempre com saudades para buscar nossa realização profissional e para contribuir com a sociedade que nos propiciou uma formação de excelência.

Bem-vindos à Unesp!