Arquivo de 13 de outubro de 2011

Na reta de chegada: calma, ponderação, método

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Agora que estamos a menos de um mês da primeira fase do Vestibular da Unesp, para você o momento é de calma, ponderação e método. A calma é a atitude mais recomendável para qualquer situação na vida: nervosismos e chiliques só atrapalham, criando novos problemas. Os livros de ficção e os filmes nos dão numerosos exemplos de que, com calma, é possível escapar das situações mais complicadas, enquanto nervosismo e pânico levam a tropeçar em obstáculos facilmente transponíveis em situação de equilíbrio. Cultivar uma atitude de calma é, portanto, assegurar parte da vitória por antecipação.

À calma deve aliar-se a ponderação. Se você consultar dicionários, como, por exemplo, o Aurélio,  verificará que ponderar significa examinar com atenção e minúcia; apreciar maduramente; considerar, medir, pesar. E ponderação, correspondentemente, significa tino, prudência, juízo, circunspecção, bom senso. É exatamente isso o que deve fazer agora: examine com atenção e minúcia seus pontos fortes e fracos, aprecie maduramente os conteúdos a que deve dar mais atenção nas revisões, tenha prudência e juízo para não acreditar em soluções milagrosas, em métodos mirabolantes de “decorar tudo”, pois, na verdade, você só poderar recuperar alguns conteúdos no pequeno tempo de que dispõe agora; é preciso, portanto, considerar, medir, pesar sua preparação atual, para escolher com mais acerto os pontos em que precisa reforçar-se para o dia das provas. Tudo isso, para usar uma só palavra, significa, simplesmente, bom senso. Ponderação e bom senso são palavras irmãs pelo conteúdo e, aplicadas às diferentes situações da vida, significam estar psicologicamente consciente do obstáculo a transpor e do que ainda pode ser feito para obter êxito.

Se você conseguir manter a calma e a ponderação, por certo saberá agir, nesta reta final, com método. Quando um piloto de Fórmula 1 está na liderança, a três voltas da chegada, e é avisado por rádio de que o combustível está no limite, os freios estão superaquecendo e os pneus apresentam perigosas bolhas, terá de agir com método rigoroso para vencer. Não poderá acelerar muito, para não comprometer o gasto de combustível; deverá frear com maior cuidado, para manter a qualidade de frenagem; e cuidará dos pneus com o maior carinho, como se fossem partes de seu próprio corpo. Estas atitudes representam exatamente o que denominamos método: é preciso ter método, isto é, é preciso estabelecer claramente um modo de proceder, uma maneira de agir em função das circunstâncias. No seu caso, de vestibulando, é preciso estabelecer as prioridades em termos de preparo e as revisões a fazer que lhe garantirão maior possibilidade de acertos nas provas, com base num raciocínio bastante simples: Em que não estou muito bem e posso melhorar antes das provas?

É isso aí. O tempo agora é pouco, mas, com cabeça boa e atitude otimista, você chega lá!