Archive for April, 2011

Vestibular Unesp Meio de Ano

Wednesday, April 13th, 2011

O Vestibular Unesp Meio de Ano 2011 teve suas normas aprovadas no dia 30 de março, pela Resolução Unesp nº. 16. Você encontrará essas normas e o calendário no site da Vunesp. Leia com atenção e prepare-se. São 510 vagas em diferentes câmpus nos seguintes cursos:

1. ÁREA DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Agronomia – integral – FE/Ilha Solteira – 40 vagas

Agronomia – integral – Registro – 40 vagas

Zootecnia – diurno – Dracena – 40 vagas

Zootecnia – integral – FE/Ilha Solteira – 40 vagas

2. ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS

Engenharia Ambiental – integral – Sorocaba – 60 vagas

Engenharia Civil – integral – FE/Ilha Solteira – 40 vagas

Engenharia de Controle e Automação – integral – Sorocaba – 40 vagas

Engenharia de Produção – noturno – FE/Bauru – 40 vagas

Engenharia Elétrica – integral – FE/Ilha Solteira – 40 vagas

Engenharia Mecânica – integral – FE/Ilha Solteira – 40 vagas

3. ÁREA DE HUMANIDADES

Geografia – bacharelado e licenciatura – diurno – Ourinhos – 45 vagas

Geografia – bacharelado e licenciatura – noturno – Ourinhos – 45 vagas

Como você verificará na Resolução nº. 16, os dois vestibulares anuais da Unesp seguem o mesmo padrão: duas fases, sendo a primeira constituída de uma prova de Conhecimentos Gerais e a segunda de uma prova de Conhecimentos Específicos e Redação. Tais provas têm por objetivo selecionar candidatos capazes de articular ideias de modo coerente, compreender ideias, relacionando-as, expressar-se com clareza, conhecer o conteúdo do currículo da educação básica do estado de São Paulo. A primeira fase, realizada em testes de múltipla escolha, selecionará os candidatos que participarão da segunda fase.

Primeiro conselho deste blogue: examine as provas dos dois últimos vestibulares da Unesp, fazendo primeiramente uma simulação, para verificar como anda seu desempenho, e depois estudando atentamente a própria filosofia das provas, que se revela no modo pelo qual são encaminhadas as questões. Ouvimos sempre alguém dizer que existe estilo para tudo: estilo para vestir, estilo para andar, estilo para correr, estilo para nadar, estilo para pentear os cabelos. Isso não deixa de ser verdade, assim como existe estilo até para os exames vestibulares. Os exames vestibulares da Unesp têm, sim, seu próprio estilo, de sorte que o candidato deve analisá-los para detectar o que se chama, em linguagem acadêmica, de modus operandi. Conhecer a filosofia, o espírito, o estilo de um exame vestibular representa uma imensa vantagem para o candidato.

Segundo conselho, muitas vezes já repetido neste blogue: atente para os temas de redação que ocorrem tradicionalmente nos vestibulares da Unesp: são todos voltados para a realidade imediata, para a experiência concreta dos candidatos. Se você observar a realidade atual do país e do mundo, com certeza vislumbrará muitos possíveis temas das redações. Neste caso, sempre será bom escrever redações a respeito, simulando as propostas de exames vestibulares. Essa prática de escrever sobre temas do cotidiano aperfeiçoará sua capacidade de produção de textos.

Muita atenção para o período de inscrições, que vai de 2 a 20 de maio próximo, sem esquecer também que as inscrições serão feitas exclusivamente pela Internet (www.vunesp.com.br).

Muito esforço, determinação e boa sorte!

Vestibulares de Meio de Ano: Virando as oportunidades

Tuesday, April 5th, 2011

Virar a página é uma expressão corriqueira para significar que um evento de nossa vida está encerrado e devemos seguir em frente. Quando um colega começa a insistir muito em lembrar um fato ruim, um erro, um fracasso, dizemos, para levantar-lhe o moral: Vire a página, cara! Quer dizer: olhe para a frente, não para trás; para trás só devemos olhar como base para as experiências futuras, não para ficar lamentando eternamente, ainda mais porque não somos eternos.

Essa ideia de virar a página pode ser aproximada de outra, a de aproveitar a oportunidade. As pessoas mais velhas e experientes costumam nos dizer  Aproveite a oportunidade! Se não aproveitar, pode ser a última!

Há sabedoria nesses conselhos: as oportunidades surgem justamente para que possamos nos desenvolver, crescer, melhorar em nossos estudos e em nossos trabalhos. É preciso, porém, jamais esquecer de um detalhe: a questão não é propriamente aproveitar, mas estar preparado para aproveitar. Este é o ponto. De nada adianta uma oportunidade, se não estamos preparados para ela. De nada adianta para nós a oferta de um emprego, se não estamos preparados para ele, isto é, se não desenvolvemos habilidades para exercê-lo. Tentar aproveitar, neste caso, é um risco muito grande.

Todas as reflexões acima se aplicam ao caso dos exames vestibulares. Terminada a fase dos grandes vestibulares de início de ano, muitos candidatos se mostraram melhor preparados para sua oportunidade e conquistaram suas vagas. Outros, com menor preparo, ainda não conseguiram. Repare neste termo: ainda. É um termo muito positivo, pois implica a aceitação de um tropeço, uma derrota, um fracasso, mas abre positivamente a perspectiva para o fato de que a luta continua. Eu ainda não passei, mas vou passar. Este deve ser o pensamento de todo candidato que ainda não conseguiu ser selecionado. Este deve ser o pensamento de todo trabalhador que ainda não conseguiu a oportunidade do emprego para o qual está preparado.

Para o vestibulando, deste modo, a questão é não desanimar, não esmorecer, é continuar se preparando com intensidade para as novas oportunidades, que já surgem com os vestibulares de meio de ano da Unesp e de outras universidades públicas e privadas. Se você quase passou num dos do início do ano, poderá conseguir a aprovação agora. Continue seu esforço, sua preparação, sua determinação. Seu momento vai chegar. Não custa ter em mente que muitos dos que foram aprovados no início do ano já haviam feito anteriormente vestibulares mas ainda não tinham sido aprovados.

As oportunidades são como páginas: se uma não agradou, escolha outra, vire a oportunidade! A próxima página pode ser a sua.