Arquivo de 20 de agosto de 2009

Mudanças no Vestibular Unesp 2010

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Em março, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da Universidade aprovou mudanças no vestibular, que passará a ser realizado em duas etapas. A primeira fase terá um dia e a segunda, dois dias, totalizando três dias de exame. Veja as principais mudanças:

Como era – Vestibular em fase única, em três dias seguidos, aplicado a todos os candidatos.
Como fica - Vestibular em duas fases, em três dias. A primeira fase (um dia) é aplicada a todos os candidatos. A segunda fase (dois dias) será aplicada a um total de candidatos entre 4 e 6 por vaga.

Como era – Primeiro dia: Conhecimentos Gerais (84 questões de múltipla escolha de geografia, história, língua estrangeira – inglês ou francês -, matemática, física, química e biologia.
Como fica – Primeira fase: prova de Conhecimentos Gerais com 90 questões de múltipla escolha, sendo 30 de cada área especificada nos PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais) – linguagens, códigos e suas tecnologias (elementos de língua portuguesa e literatura, língua inglesa, educação física e arte); ciências da natureza, matemática e suas tecnologias (elementos de biologia, física, química e matemática); ciências humanas e suas tecnologias (elementos de história, geografia e filosofia).

Como era – Segundo dia: Conhecimentos Específicos (25 questões discursivas de matérias ligadas à área do curso – ciências exatas, ciências biológicas ou humanidades).
Como fica – Segunda fase – primeiro dia: serão aplicadas 24 questões discursivas, sendo 12 de ciências da natureza, matemática e suas tecnologias e 12 de ciências humanas e suas tecnologias.

Como era – Terceiro dia: Língua Portuguesa (10 questões dissertativas e uma redação).
Como fica – Segunda fase – segundo dia: será composta de 12 questões discursivas de linguagens e códigos e suas tecnologias e uma prova de redação em língua portuguesa, de gênero dissertativo.

Como era – Duração de cada dia de prova: 4 horas.
Como fica – Duração de cada dia de prova: 4 horas e meia.

Como era – Nota de corte: não consta.
Como fica – Nota de corte: será calculada com base no desempenho na prova de Conhecimentos Gerais.

Como era – Cálculo da nota final: cada prova é avaliada em escala de 0 a 100 pontos, sendo que as de Conhecimentos Específicos e Língua Portuguesa terão peso dois e a de Conhecimentos Gerais, peso um. Para os cursos com provas de habilidades, a nota vai de 0 a 100 e terá peso dois ou três. A nota final será a soma de cada prova multiplicada por dois (exceto Conhecimentos Gerais) e dividida por cinco (sete ou oito, para os cursos com prova de habilidades).

Como fica -  Cálculo da nota final: cada prova é avaliada em escala de 0 a 100 pontos para Conhecimentos Gerais e de 0 a 100 para Conhecimentos Específicos e Redação, sendo de 0 a 72 para as questões discursivas da segunda fase e de 0 a 28 para Redação. Para cursos com provas de habilidades, a nota será atribuída de 0 a 100. A nota final será a média aritmética simples das duas fases (ou três fases, para os cursos com provas de habilidades, também com nota de 0 a 100), com peso um para cada fase.

Como era – Interferência do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): 20% da nota de Conhecimentos Gerais, quando superior a ela, o que representa 4% da nota final (para cursos em que não há prova de habilidades).
Como fica – Interferência do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): 20% da nota de Conhecimentos Gerais, quando superior a ela, o que representa 10% da nota final (para cursos em que não há prova de habilidades).  

Como era – Prova de habilidades: aplicada para todos os candidatos de cursos para os quais há a prova, com exigência programática de bibliografia especializada
Como fica – Prova de habilidades: aplicada apenas aos candidatos convocados à segunda fase, constituída de uma avaliação exploratória do potencial do candidato e sua aptidão para o curso escolhido, sem exigência programática de bibliografia especializada.

Como era – Critérios para desempate: prevalecerão, sucessivamente, as notas atribuídas às provas de Conhecimentos Específicos, de Conhecimentos Gerais (sem considerar a nota do Enem), à redação (Prova de Língua Portuguesa) e à disciplina com maior número de questões na Prova de Conhecimentos Específicos da área de opção do candidato.
Como fica – Critérios para desempate: maior nota na prova de Conhecimentos Gerais (sem considerar o Enem), maior nota na prova de Conhecimentos Específicos e maior nota na prova de Redação.