Archive for August, 2009

Filosofia, Artes e Educação Física não devem causar surpresa

Friday, August 28th, 2009

Filosofia, Artes e Educação Física nos exames vestibulares. Novidade? Só na forma, não no conteúdo. Os exames vestibulares da Unesp vinham já nos últimos anos focalizando conteúdos de Filosofia, Educação Física e Artes em questões das áreas de Ciências Humanas e de Língua Portuguesa e Redação. Agora, com a adoção dos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio e a Proposta Curricular do Estado de São Paulo para o Ensino Médio, a abordagem dessas disciplinas nos vestibulares da Unesp ficou formalizada.  

Algo para surpreender? Nem para surpreender e muito menos para assustar. Conteúdos de Filosofia serão abordados nas provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias. Conteúdos de Educação Física e Artes serão abordados nas provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. O que isso significa? Que as provas, que sempre procuraram a intertextualidade e a interdisciplinaridade, agora o farão mais fortemente, o que favorecerá os candidatos, pois questões assim elaboradas oferecem mais elementos para a compreensão e para encontrar as respostas.

O estudante, porém, pode reclamar desse negócio chamado Filosofia. Para que Filosofia? Para complicar ainda mais o ensino? Errado. A inclusão da Filosofia no Ensino Médio foi um grande passo, pelo fato de conduzir os estudantes a hábitos de reflexão sobre a natureza do conhecimento e da verdade, bem como sobre as relações entre o homem e o mundo. De certo modo, é a Filosofia que dá consistência a todas as ciências, por ser a indagação primeira sobre a ciência e o saber. A condução dos estudantes à reflexão filosófica constitui um instrumento imprescindível para a sua formação, sendo esta uma razão suficiente para a inclusão de conteúdos de Filosofia em exames vestibulares. O mundo sem Filosofia seria um mundo de robôs, de máquinas pensantes sem o menor “desconfiômetro” para as razões de ser de todas as coisas. A Filosofia cria o hábito de pensar, de refletir, de questionar, de buscar conhecimentos e soluções. Com a Filosofia, o homem se torna crítico e autocrítico. Ou seja, se torna realmente Homem. Valeu? E como valeu!

Assim também a inclusão formal de Artes e de Educação Física nas provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias reflete o desenvolvimento que estes conteúdos estão tendo no Ensino Médio. Está começando a ocorrer uma verdadeira revolução no ensino destas duas disciplinas. Arte não se limita mais à literatura, mas abrange a música, a pintura, a escultura, o desenho, o teatro, o cinema, a televisão, além das numerosas expressões de arte popular. Todo homem é, de certo modo, um artista, e o ensino tem de contemplar este fato, estimulando os estudantes não apenas ao conhecimento, mas também à prática da Arte. Assim poderão começar a se realizar muitas vocações. O mesmo deve ser dito para a Educação Física, que, na visão moderna de ensino, não se limita ao meramente “físico”, mas é entendida como uma atividade ao mesmo tempo física e intelectual, um conjunto de conhecimentos e práticas importantes para os estudantes, que os leva a valorizar aspectos como a comunicação e expressão corporal, bem como à relação entre atividade física e saúde, desenvolvimento físico e desenvolvimento psicológico, ou seja, que os leva a valorizar a Vida. Já os antigos gregos e romanos diziam que é preciso ter uma mente sã num corpo são. Isso é profundamente verdadeiro. 

É isso aí. Filosofia, Artes e Educação Física na escola e nos vestibulares? Que ótimo! Estamos mudando para melhor.

Manual do Candidato

Tuesday, August 25th, 2009

manualJá está disponível, no site da Vunesp, o manual do candidato com orientações sobre todo o processo de seleção do vestibular 2010. A publicação traz informações sobre calendário, cursos, inscrições, provas, resultados e matrículas. No manual, também estão disponíveis os links para o conteúdo das provas comuns e de habilidades.

A leitura do manual é imprescindível para o conhecimento de todas as etapas do vestibular. Fique ligado.

Sobre as dúvidas

Monday, August 24th, 2009

Internautas,

Agradecemos o grande número de acessos e de comentários e esperamos poder respondê-los de maneira satisfatória. As dúvidas servirão como base para a postagem de novos textos, com o intuito de atingir o maior número de pessoas com questionamentos similares. Continuem participando e contribuindo para o aprimoramento deste blog.

Mudanças no Vestibular Unesp 2010

Thursday, August 20th, 2009

Em março, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da Universidade aprovou mudanças no vestibular, que passará a ser realizado em duas etapas. A primeira fase terá um dia e a segunda, dois dias, totalizando três dias de exame. Veja as principais mudanças:

Como era – Vestibular em fase única, em três dias seguidos, aplicado a todos os candidatos.
Como fica - Vestibular em duas fases, em três dias. A primeira fase (um dia) é aplicada a todos os candidatos. A segunda fase (dois dias) será aplicada a um total de candidatos entre 4 e 6 por vaga.

Como era – Primeiro dia: Conhecimentos Gerais (84 questões de múltipla escolha de geografia, história, língua estrangeira – inglês ou francês -, matemática, física, química e biologia.
Como fica – Primeira fase: prova de Conhecimentos Gerais com 90 questões de múltipla escolha, sendo 30 de cada área especificada nos PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais) – linguagens, códigos e suas tecnologias (elementos de língua portuguesa e literatura, língua inglesa, educação física e arte); ciências da natureza, matemática e suas tecnologias (elementos de biologia, física, química e matemática); ciências humanas e suas tecnologias (elementos de história, geografia e filosofia).

Como era – Segundo dia: Conhecimentos Específicos (25 questões discursivas de matérias ligadas à área do curso – ciências exatas, ciências biológicas ou humanidades).
Como fica – Segunda fase – primeiro dia: serão aplicadas 24 questões discursivas, sendo 12 de ciências da natureza, matemática e suas tecnologias e 12 de ciências humanas e suas tecnologias.

Como era – Terceiro dia: Língua Portuguesa (10 questões dissertativas e uma redação).
Como fica – Segunda fase – segundo dia: será composta de 12 questões discursivas de linguagens e códigos e suas tecnologias e uma prova de redação em língua portuguesa, de gênero dissertativo.

Como era – Duração de cada dia de prova: 4 horas.
Como fica – Duração de cada dia de prova: 4 horas e meia.

Como era – Nota de corte: não consta.
Como fica – Nota de corte: será calculada com base no desempenho na prova de Conhecimentos Gerais.

Como era – Cálculo da nota final: cada prova é avaliada em escala de 0 a 100 pontos, sendo que as de Conhecimentos Específicos e Língua Portuguesa terão peso dois e a de Conhecimentos Gerais, peso um. Para os cursos com provas de habilidades, a nota vai de 0 a 100 e terá peso dois ou três. A nota final será a soma de cada prova multiplicada por dois (exceto Conhecimentos Gerais) e dividida por cinco (sete ou oito, para os cursos com prova de habilidades).

Como fica -  Cálculo da nota final: cada prova é avaliada em escala de 0 a 100 pontos para Conhecimentos Gerais e de 0 a 100 para Conhecimentos Específicos e Redação, sendo de 0 a 72 para as questões discursivas da segunda fase e de 0 a 28 para Redação. Para cursos com provas de habilidades, a nota será atribuída de 0 a 100. A nota final será a média aritmética simples das duas fases (ou três fases, para os cursos com provas de habilidades, também com nota de 0 a 100), com peso um para cada fase.

Como era – Interferência do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): 20% da nota de Conhecimentos Gerais, quando superior a ela, o que representa 4% da nota final (para cursos em que não há prova de habilidades).
Como fica – Interferência do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): 20% da nota de Conhecimentos Gerais, quando superior a ela, o que representa 10% da nota final (para cursos em que não há prova de habilidades).  

Como era – Prova de habilidades: aplicada para todos os candidatos de cursos para os quais há a prova, com exigência programática de bibliografia especializada
Como fica – Prova de habilidades: aplicada apenas aos candidatos convocados à segunda fase, constituída de uma avaliação exploratória do potencial do candidato e sua aptidão para o curso escolhido, sem exigência programática de bibliografia especializada.

Como era – Critérios para desempate: prevalecerão, sucessivamente, as notas atribuídas às provas de Conhecimentos Específicos, de Conhecimentos Gerais (sem considerar a nota do Enem), à redação (Prova de Língua Portuguesa) e à disciplina com maior número de questões na Prova de Conhecimentos Específicos da área de opção do candidato.
Como fica – Critérios para desempate: maior nota na prova de Conhecimentos Gerais (sem considerar o Enem), maior nota na prova de Conhecimentos Específicos e maior nota na prova de Redação.

Guia de Profissões 2010

Friday, August 14th, 2009

Capa_GuiaNesse Guia, você vai se informar sobre as 64 profissões de nível superior para as quais a UNESP oferece cursos de graduação. Elas estão apresentadas, em ordem alfabética e separadas por área: Ciências Biológicas, Ciências Exatas e Humanidades. O Guia também traz orientações sobre a escolha da profissão e o vestibular.

Para facilitar a identificação da área do conhecimento à qual pertencem, receberam um tratamento visual diferenciado. Assim, nas páginas em que estão as profissões da área de Ciências Biológicas, a cor predominante é o azul; nas de Exatas, o vermelho; e nas de Humanidades, o verde.

Dessa forma, fica fácil, já na consulta, saber em qual área a carreira de seu interesse está inserida.